Lia de Itamaracá celebra 80 anos de vida com Festival O Canto da Sereia

Fotos: Ytalo Barreto

Com 80 anos completos neste 12 de janeiro, Lia de Itamaracá comemora sua longevidade e atuação na cultura popular de Pernambuco com uma festa aberta ao público.  Seu aniversário é o pano de fundo da 3ª edição do Festival O Canto da Sereia, que segue até o domingo (14), na praia de Jaguaribe, Ilha de Itamaracá, Litoral Norte. A programação conta com uma diversidade artística que dialoga com as linguagens que também se relacionam com o trabalho da cantora, cirandeira, atriz e mestra da cultura popular.

“Eu tô achando tudo uma maravilha, estou muito feliz, alegre e me sentindo muito amada porque estou recebendo em vida essa homenagem e esse reconhecimento de todos que conhecem minha luta e minha história”, diz Lia de Itamaracá. As atrações se apresentam em três pólos instalados na praia de Jaguaribe: Palco Som na Rural, Palco Lia de Itamaracá, Palco Estrela de Lia (instalado no palhoção onde funciona o Centro Cultural Estrela de Lia). A abertura, no dia 12, será com um mutirão de grafite com os grupos Cores do Amanhã e Cores Femininas, a partir das 10h, no Centro Cultural Estrela de Lia, na areia da Praia de Jaguaribe.

Um grande cortejo de cultura popular – com afoxés, maracatus, caboclinhos e orquestras de frevo – tomará as ruas de Jaguaribe, na sexta, a partir das 15h. Desfilarão os grupos Afoxé Alafin Oyó, Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu, Sociedade dos Bacamarteiros do Cabo de Santo Agostinho, Caboclinho União 7 Flexas de Goiana. Juntamente com Lia de Itamaracá, esses grupos são titulados Patrimônios Vivos de Pernambuco. O Canto da Sereia portanto está com cinco Patrimônios Vivos em sua programação. Também estão no cortejo outros conceituados representantes da Cultura Popular de Pernbambuco: Maracatu de Baque Solto Estrela Dourada de Buenos Aires, Caboclinho Tribos Carijós Recife, Bloco de Samba Reggae Obirim, Bonecos Gigantes Mestres da Cultura, Grupo Cores Sonoras e
Grupo de Dança 30+. Após os desfiles, os grupos começam a subir no Palco Estrela de Lia a partir das 17h para suas apresentações..

Também no dia 12, no Palco Som na Rural, a partir das 20h, o público poderá conferir o show dos cirandeiros Mestre Bi e Ciranda Bela Rosa e Mestre Anderson Miguel e a Ciranda Raiz da Mata Norte. O fechamento da noite será com a aniversariante e anfitriã do festival, Lia de Itamaracá. No palco que leva seu nome, a partir das 21h, ela apresentará o show Ciranda de Ritmos, recebendo convidados especiais, entre eles, As Filhas de Baracho, Fuxico de Feira com o flautista Carlos Zen, a cantora Daúde e o cantor e multi- instrumentista, Sérgio Pererê.

O segundo dia de festival, sábado, 13, será marcado por mais apresentações da cultura popular. A programação começa às 8h, no Palco Som da Rural, onde será realizada a cerimônia Odoyá Iemanjá, conduzida pelo babalorixá Pai Milton de Xangô, do Centro espírita Baba Ogodô (SP). Na sequência, haverá a apresentação do projeto Cafurnas Fulni-ô, dedicado a divulgar cantos tradicionais desse povo indígena. O evento conta ainda com a presença da cacica Valquíria Kyalonan Karaxuwanassu, do povo Karaxuwanassu, de Igarassu.

No palhoção do Centro Cultural Estrela de Lia, às 11h, o Coletivo ZeKeu de palhaçaria apresenta o espetáculo "Circuson&quot. No palco do Som na Rural, a partir das 10h, começam as apresentações musicais, começando com o Afoxé Oyá Alaxé, comandado pela yalorixá Maria Helena Sampaio. Na sequência, teremos apresentação de Dona Totinha do Coco, Os Netos de Anjinha, Nossa Cultura tem Som e As Netas de Selma. No Palco Lia de Itamaracá, a partir das 13h, apresentam-se Coco do Amaro Branco, Viola Luz, Maracatu Nação Pernambuco, e um espetáculo especial para o lançamento da Coletânea de Cirandas de PE, com a participação de Noé da Ciranda e convidados, e
Josivaldo Caboclo e convidados. O encerramento da noite será com show de Natascha Falcão.

Ainda no sábado, o Festival O Canto da Sereia contará com uma sessão do Cineclube O Canto da Sereia, no Palco Estrela de Lia, a partir das 17h30. As sessões trarão diversas produções de audiovisual, em especial videoclipes e documentários que têm Lia de Itamaracá e sua ciranda como protagonistas. Em cartaz estão as produções Encantada, Dorme Pretinho e Pescador e Lia (Lia Leticia), Mar de Lia (Hannah Godoy), Ciranda Feiticeira (Lula Gonzaga e Tiaggo Delácio), Mar de Fogo (Bárbara Ramona), Janaína (Ytallo Barreto), Lia Azul (Ytallo Barreto e Michelle Assumpção) e África de Itamaracá (Hilton Lacerda).

O domingo, último dia do festival, começa com uma atividade formativa. A “Oficina Construção de Maraca com Coletivo Chama Griô” será oferecida no palhoção do Centro Cultural Estrela de Lia. A partir do meio-dia, o Palco Som na Rural começa a festa, com uma apresentação do Trans Coco de Igarassu. O grupo Trans Coco foi criado no terreiro de candomblé Ilê Axé Oxum Opará, em Igarassu, e combate a transfobia e luta pelo respeito às diferenças através da religião e da cultura. A programação da Rural inclui ainda uma apresentação da Trupe do Patrimônio, às 14h. Trata-se de um espetáculo de teatro de caráter pedagógico de Educação para o Patrimônio Cultural, no intuito de despertar e provocar nas pessoas um olhar para o Patrimônio Cultural do seu próprio lugar. Também está na programação o desfile de moda “Manto de Lia”, produzido pela Cabrochas. O desfile, que começa às 16h, contará com trilha sonora do músico alemão Henri Schappert e com figurinos de Lia de Itamaracá. A ideia é exibir a produção de diversos estilistas que criaram suas produções inspirados na rainha da ciranda. O encerramento do palco, a partir das 18h, será com a DJ, cantora e compositora Catarina Dee Jah.

No palco Lia de Itamaracá os shows começam às 11h, com o projeto musical novo que junta Isaar e Waldir Afonjah. Lia de Itamaracá volta ao palco do festival mais uma vez, às 14h, para apresentar o show Ciranda do Mundo, baseado no disco mais recente da artista, Ciranda sem Fim, produzido pelo DJ Dolores, que participará do show mais uma vez. É um show de pegada mais eletrônica, em que Lia ousa por outros gêneros e sonoridades. No palco, Lia convida o artista Novíssimo Edgar, músico, compositor, poeta, artista visual e performer, que também dialoga com a música de Lia, na medida em que seu trabalho sonoro explora futurismos a partir das identidades negras e indígenas.

O DJ Macaxeira, do Club Metrópole, vai colocar o povo para dançar, enquanto aguarda o encerramento do festival, com a banda Nação Zumbi. O show da Nação, dentro do Festival O Canto da Sereia representa a ligação de Lia com o movimento manguebeat que, a partir dos anos 90, levou a artista a tocar para plateias cada vez mais diversas e circular por palcos de todo país, fazendo com que a ciranda ultrapassasse os limites geralmente colocados para a chamada cultura popular. Lia vem mostrando ao mundo que a ciranda é um gênero da MPB como todos os demais, e ela sua representante mais constante, fiel e ao mesmo tempo que não teme experimentar, dialogar com artistas de outras matrizes e gerações.

O Festival O Canto da Sereia inaugura a campanha “Celebre com Lia – 80 anos”. Diversos motes comporão a campanha, que neste momento está sendo feita para ajudar na manutenção de dois espaços culturais importantes que celebram a sua história: O Centro Cultural Estrela de Lia e a Embaixada da Ciranda, em Itamaracá.  O Festival conta com incentivo do 6º Edital do Programa de Fomento à Produção em Música de Pernambuco – FUNCULTURA 2021/2022, e apoio do Governo de
Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e Fundarpe. Também conta com apoio da Prefeitura de Itamaracá, por meio da Secretaria de Turismo, do Sesc Pernambuco, e da Prefeitura de Natal/RN.

FESTIVAL O CANTO DA SEREIA

SEXTA, 12
PALCO ESTRELA DE LIA
(No Palhoção do Centro Cultural Estrela de Lia)

10h – Mutirão de Graffiti com Cores do Amanhã e Cores Femininas
15h – Início dos cortejos de Cultura Popular com apresentação no palco a partir das 17h
Afoxé Alafin Oyó
Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu
Sociedade dos Bacamarteiros do Cabo de Santo Agostinho
Maracatu de Baque Solto Estrela Dourada de Buenos Aires (Zona da Mata PE)
Caboclinho União 7 Flexas de Goiana
Caboclinho Tribos Carijós Recife
Bonecos Gigantes Mestres da Cultura
Bloco de Samba Reggae Obirim
Grupo Cores Sonoras
Grupo de Dança 30+
18h30 – Abertura Oficial do festival com corte do bolo para Lia de Itamaracá

PALCO SOM NA RURAL
(Na praia, em frente ao Centro Cultural Estrela de Lia)

20h – Mestre Anderson Miguel e Ciranda Raiz da Mata Norte e Ciranda do Mestre BI

PALCO LIA DE ITAMARACÁ]
(Em frente à Embaixada da Ciranda)
21h – Lia de Itamaracá com show Ciranda de Ritmos. Participação de: Fuxico de Feira com
Carlos Zens, Daúde, Sérgio Pererê e As Filhas de Baracho

SÁBADO, 13
PALCO ESTRELA DE LIA
(No Palhoção do Centro Cultural Estrela de Lia)

11H – Coletivo ZeKeu de palhaçaria no espetáculo "Circuson"
17H30 – Cine Clube

PALCO SOM NA RURAL
(Na praia, em frente ao Centro Cultural Estrela de Lia)

8h – Cerimônia Odoya Yemanjá
9h30 – Cafurnas Fulni-ô
10h – Afoxé Oya Alaxé
14h30 – Dona Totinha do Coco
16h30 – Os Netos de Anjinha
20h – Nossa Cultura tem Som
21h30 – As Netas de Selma

PALCO LIA DE ITAMARACÁ]
(Em frente à Embaixada da Ciranda)

13h – Coco do Amaro Branco
15h30 – Viola Luz
19h – Maracatu Nação Pernambuco
20h30 – Ciranda do Mestre Josivaldo Caboclo e convidados e Noé da Ciranda e convidados
no lançamento da Coletânea Cirandas de Pernambuco
22h – Natascha Falcão com participação de Lia de Itamaracá

DOMINGO, 14
PALCO ESTRELA DE LIA
(No Palhoção do Centro Cultural Estrela de Lia)

11h – Oficina Construção de Maraca com Coletivo Chama Grio

PALCO SOM NA RURAL
(Na praia, em frente ao Centro Cultural Estrela de Lia)

12h – Trans Coco de Igarassu
14h – Trupe do Patrimônio
16h – Desfile de Moda com peças da coleção de Lia de Itamaracá
18h – Catarina de Jah

PALCO LIA DE ITAMARACÁ]
(Em frente à Embaixada da Ciranda)

11h – Isaar e Valdir Afonjah
14h – Lia de Itamaracá Banda com a banda Ciranda do Mundo / DJ Dolores / Novíssimo
Edgar
17h – DJ Macaxeira (Clube Metrópoles)
19h – Nação Zumbi

Escrito por:

Lenne Ferreira

lenneferreira.pe@gmail.com

 @lenneferreira