Em celebração ao aniversário de Guitinho da Xambá, Grupo Bongar apresenta o show Ogum Iê!

Imagem: Divulgação / Grupo Bongar

Nesta sexta-feira, 26 de abril, o Grupo Bongar apresenta o show Ogum lê!, espetáculo com elementos de religiosidade, ancestralidade, tradição e com uma sonoridade contemporânea. A apresentação celebra o aniversário de Guitinho da Xambá e acontece no Centro Cultural Grupo Bongar, em Olinda, a partir das 20h. Os ingressos estão à venda no Sympla e custam entre R$ 20 e R$ 40. 

 A concepção do repertório do espetáculo busca levar o público a compreender o diálogo que o Bongar traz entre a criação tradicional e contemporânea da juventude de terreiro. No palco, os engomes (tambores da Xambá) se unem à sonoridade do violão, cavaquinho e elementos sonoros de latas de alumínio. As músicas do disco são composições criadas por Guitinho da Xambá, a partir do cotidiano dos músicos do Bongar na comunidade Xambá, especialmente durante os rituais religiosos. 

Ogum Iê! é um show que transmite a capacidade dos jovens do terreiro Xambá em transformar seus elementos tradicionais, sem perder referências culturais, garantindo a manutenção dos mais jovens com suas tradições de uma forma ressignificada. É um show que carrega o sentimento da valorização da música negra desenvolvida pela juventude de terreiro de candomblé, conectada a um diálogo entre a tradição e a ressignificação das periferias do Brasil.

Sobre o Grupo Bongar

O Bongar é composto por ogãs do Terreiro Xambá, que reúnem em si os festejos tradicionais do terreiro, local sagrado do culto aos Orixás e Eguns, na Comunidade Xambá, em Olinda. Os integrantes do Bongar transformaram o brinquedo de seus ancestrais em um novo caminho para o reconhecimento das raízes negras e indígenas do povo de terreiro. Palavras chaves do trabalho do Bongar são arte, espiritualidade e ritmo forte. O grupo tem uma musicalidade muito forte de diversas influências musicais, vivenciadas nos cultos afro-brasileiros, principalmente da linhagem Xambá. 

Os integrantes do grupo herdaram toda essa musicalidade desde a infância, ouvindo os mais velhos e aprendendo com eles os toques, as loas e as danças, durante as festas da Casa Xambá. O público, por meio do show do Bongar tem a oportunidade de conhecer, não só a música e a dança deste coco tão peculiar, mas compreender a formação histórica e cultural desta Nação de Candomblé. Em seu repertório, o Bongar canta o cotidiano de sua comunidade e a religiosidade do seu povo. O grupo, que foi criado em 2001, tem seis CDs lançados: 29 de junho (2006); Chão Batido Coco Pisado (2009); Festa de Terreiro (2014); Samba de Gira (2016), e Ogum Iê! (2017) e Macumbadaboa (2017). O Bongar também lançou o DVD Festa de Terreiro em 2014. 

Escrito por:

Afoitas Jornalismo

afoitas.contato@gmail.com

 @afoitas